Por Manoel Cirilo

A cena eletrônica é uma das que mais evolui dentro da indústria musical. Historicamente associado à tecnologia, esse nicho do mercado está sempre em busca de novas camadas sonoras e diferentes possibilidades para apresentar ao seu público. Porém, nada no mundo eletrônico tem tanto valor quanto a experiência proporcionada pela figura do DJ. É o desempenho dele que vai definir se a noite será um sucesso ou um fracasso.

l do

Claro que a música é o objeto central de tudo, mas é o modo como ela é mixada e apresentada que vai transformar um aglomerado de sons em um set capaz de prender todos mundo na pista. Por isso é tão importante que os DJs aprimorem constantemente seu repertório e estejam sempre consumindo algo novo, para levar uma experiência diferente a cada contato com seu público.

Nesse processo, o DJ se beneficia tanto quanto o ouvinte, pela oportunidade de explorar diferentes camadas do seu talento e poder testar as mais loucas ideias diretamente com o melhor júri de todos, o público – além claro de poder obter feedbacks em tempo real. Afinal, música é para ser compartilhada, vivida e para tornar tudo que já é bom ainda melhor. Enquanto a multidão dança com toda sua emoção, o DJ se desenvolve pessoal e profissionalmente.

Acima de tudo, discotecar é sair da zona de conforto e desafiar constantemente os próprios limites. Todo DJ deve acreditar em seu gosto pessoal, obviamente, mas é necessário alinhá-lo ao que os fãs buscam para garantir a construção de uma identidade musical sólida. Não existe certo ou errado, o importante é deixar a criatividade rolar solta e percorrer diferentes caminhos nessa jornada louca e envolvente, até encontrar a direção ideal.

Por fim, dentre todas as habilidades que um DJ precisa somar para entregar um trabalho consistente e de qualidade, a mais importante delas, com certeza, é a capacidade de ler a pista. Um set bem pensado não é necessariamente um bom set, se não atender às expectativas do público. Afinal, a música é um ponto de conexão entre a cabine e o dancefloor e ambos os lados precisam estar em sintonia e falar uma única linguagem. É assim que uma noite comum se transforma em uma experiência única guardada na mente.

Force on the dancefloor!

Share this Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.