Por Georgia Kirilov

Hans Ulrich Obrist é um dos principais curadores de arte do mundo contemporâneo, o suíço-alemão é old school em muita coisa e progressivo em muitas outras, mas um de seus mantras essenciais são listas. Suas listas lhe renderam muito dinheiro e reconhecimento e, para nós consumidores dos seus produtos e experiências, renderam vivências com mentes incríveis e propostas extraordinárias. Das suas listas nasceram livros, exposições e perguntas arrebatadoras, como: o futuro é…? Ou qual seu projeto inacabado? Obrist entrevista desde artistas, passando por engenheiros e cientistas até muitos, muitos músicos. Agrupar conhecimento de maneira organizada ajuda no fluxo de ideias e cria um mapa visual de referências.

Foi assim também que muitos músicos iniciaram sua carreira e que uma cena veio a, de fato, tomar forma. Quando ainda não havia um acesso tão simples à internet, downloads, spotify e soundcloud, o povo se reunia para ouvir mixes, coletâneas e combinações musicais das mais diversas com aqueles que tiveram acesso à sons novos e compartilharam com colegas e amigos. Compartilhar aqui é palavra chave, pois além de agrupar e organizar, não há quase nenhum sentido em podcasts, playlists ou qualquer outro tipo de arquivo musical, se o mesmo não é dividido com mais de um par de ouvidos.

No começo do século, a fonte principal de conhecimento para entusiastas era exatamente essa: sentar em roda e ouvir o que cada um encontrou. Muitos medalhões da cena se consolidaram no mercado dessa maneira, por exemplo o duo Bicep que começou com um site de música dividindo suas referências e eventualmente explodiram no que são hoje em dia.

É nesse espírito que a Nin92wo lança uma coletânea de faixas que já foram lançadas na label nesses últimos quase 6 anos. Para facilitar o acesso para esse arquivo incrível que inclui nomes como Victor Enzo, Alex Justino, Monobloq, Against Time e muito mais. Um mapa visual e auditivo das referências que compõe o nosso caleidoscópio, um presente nosso para nós mesmos e para vocês, amantes da música.

Force on the dance floor! 

Share this Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.